capa do livro

Teoria das Probabilidades no Jogo, na Ciência e nas Políticas Públicas

Luiz Carlos Prestes Filho (org.)

As atividades de cassinos, bingos e slots machines (máquinas de caça níqueis ou vídeo bingos) estão devidamente regulamentadas pelas legislações de mais de 100 países do mundo, gerando o movimento de bilhões de dólares e de euros nas indústrias do Turismo, da Cultura, do Entretenimento, como também promovendo o desenvolvimento da Ciência, da Tecnologia e da Inovação, e fomentando politicas nacionais de Propriedade Intelectual e Industrial.

O apostador sempre tem à sua disposição a probabilidade de vencer ou de ser derrotado, de ganhar ou perder, de ter sorte ou azar.

Muito oportuna, neste contexto, a proposta de Luiz Carlos Prestes Filho em lembrar que foi na mesa de jogos de dados de uma taberna do século XVI que o matemático italiano Girolamo Cardano observou e formulou os princípios da Teoria das Probabilidades. Cardano é o autor do livro “Liber de Ludo Alea”, que serviu e ainda serve de referência para muitos cientistas, inclusive para aqueles que hoje realizam – por mais incrível que possa parecer – projetos de políticas públicas. Ele foi um homem iluminado. Seus modelos probabilísticos servem de ferramenta de análise no campo amostral-estatístico de Big Data.

No Brasil o entulho legislativo de governos autoritários impede a implantação definitiva da democracia. Consequentemente, impede a devida regulamentação das atividades de jogos de apostas em dinheiro, administrados pela iniciativa privada.

A reunião dos textos que compõem este livro é uma interessante proposta para debater a urgente necessidade de regulamentação no Brasil de cassinos, bingos e slots machines, e do Jogo do Bicho, assim como questionar o monopólio da União nas atividades lotéricas, e a tentativa de extinção das loterias estaduais. O regime de Estado de Direito em nosso país não pode mais conviver com a perpetuação da Lei das Contravenções Penais (1941) e do Decreto-Lei 204 (1967) que afirma ser “dever do Estado, para salvaguarda da integridade da vida social, impedir o surgimento e proliferação de jogos proibidos que são suscetíveis de atingir a segurança nacional”.

Olavo Salles da Silveira

Presidente da Associação de Brasileira de

Bingos, Cassinos e Similares (ABRABINCS)

Veja também

capa do livro

Arranjos Produtivos Locais: Referencial, experiências e políticas em 20 anos RedeSist

Marcelo P. Matos, José E. Cassiolato, Helena M. M. Lastres, Cristina Lemos, Marina Szapiro (orgs.)

capa do livro

Do Desenvolvimento Global aos Sítios Locais

Uma crítica metodológica à Globalização

Henry Panhuys (tradução de Michel Thiollent)

capa do livro

Desafios de operação e desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde

Lia Hasenclever, Maria Auxiliadora Oliveira, Julia Paranhos e Gabriela Chaves (orgs.)

capa do livro

A política brasileira entre as décadas de 1970 e 2000

A interpretação sócio-histórica de Raymundo Faoro

Maria José de Rezende