capa do livro

Teoria das Probabilidades no Jogo, na Ciência e nas Políticas Públicas

Luiz Carlos Prestes Filho (org.)

As atividades de cassinos, bingos e slots machines (máquinas de caça níqueis ou vídeo bingos) estão devidamente regulamentadas pelas legislações de mais de 100 países do mundo, gerando o movimento de bilhões de dólares e de euros nas indústrias do Turismo, da Cultura, do Entretenimento, como também promovendo o desenvolvimento da Ciência, da Tecnologia e da Inovação, e fomentando politicas nacionais de Propriedade Intelectual e Industrial.

O apostador sempre tem à sua disposição a probabilidade de vencer ou de ser derrotado, de ganhar ou perder, de ter sorte ou azar.

Muito oportuna, neste contexto, a proposta de Luiz Carlos Prestes Filho em lembrar que foi na mesa de jogos de dados de uma taberna do século XVI que o matemático italiano Girolamo Cardano observou e formulou os princípios da Teoria das Probabilidades. Cardano é o autor do livro “Liber de Ludo Alea”, que serviu e ainda serve de referência para muitos cientistas, inclusive para aqueles que hoje realizam – por mais incrível que possa parecer – projetos de políticas públicas. Ele foi um homem iluminado. Seus modelos probabilísticos servem de ferramenta de análise no campo amostral-estatístico de Big Data.

No Brasil o entulho legislativo de governos autoritários impede a implantação definitiva da democracia. Consequentemente, impede a devida regulamentação das atividades de jogos de apostas em dinheiro, administrados pela iniciativa privada.

A reunião dos textos que compõem este livro é uma interessante proposta para debater a urgente necessidade de regulamentação no Brasil de cassinos, bingos e slots machines, e do Jogo do Bicho, assim como questionar o monopólio da União nas atividades lotéricas, e a tentativa de extinção das loterias estaduais. O regime de Estado de Direito em nosso país não pode mais conviver com a perpetuação da Lei das Contravenções Penais (1941) e do Decreto-Lei 204 (1967) que afirma ser “dever do Estado, para salvaguarda da integridade da vida social, impedir o surgimento e proliferação de jogos proibidos que são suscetíveis de atingir a segurança nacional”.

Olavo Salles da Silveira

Presidente da Associação de Brasileira de

Bingos, Cassinos e Similares (ABRABINCS)

Veja também

capa do livro

Produção pública de medicamentos no Brasil

Capacitação tecnológica e acesso a medicamentos

Lia Hasenclever, Maria Auxiliadora Oliveira, Julia Paranhos e Gabriela Chaves (orgs.)

capa do livro

Vulnerabilidades do Complexo Industrial da Saúde

Reflexos das políticas industrial e tecnológica na produção local e assistência farmacêutica

Lia Hasenclever, Julia Paranhos, Gabriela Chaves e Maria Auxiliadora Oliveira (orgs.)

capa do livro

Arranjos Produtivos Locais: Referencial, experiências e políticas em 20 anos RedeSist

Marcelo P. Matos, José E. Cassiolato, Helena M. M. Lastres, Cristina Lemos, Marina Szapiro (orgs.)