capa do livro

Desenho Livre Infantil

Leituras fenomenológicas

Eloisa Aguiar


Esta obra da profa. Eloisa Aguiar traz uma importante contribuição para uma área do psicodiagnóstico e da clínica psicoterápica que se caracteriza pela escassez de produções relevantes em nosso meio acadêmico e profissional: a investigação psicológica do desenho livre infantil sob a ótica da abordagem fenomenológico-existencial. A autora consegue estabelecer um equilíbrio entre o rigor conceitual e a clareza didática, tornando o texto acessível para os iniciantes, bem como de grande interesse e utilidade para os profissionais já familiarizados com a temática. Além de fornecer uma fundamentação filosófica consistente para os procedimentos do modo de compreensão fenomenológico-existencial, são apresentados vários exemplos de interpretações de desenhos em contextos clínicos e de psicodiagnóstico.

Ao contrário das interpretações “armadas”, como são denominas as interpretações psicológicas efetuadas a partir de apriorismos teóricos dogmáticos, a compreensão fenomenológica prima pela atenção ao que se mostra, tal como se mostra em seu contexto social, histórico e cultural específico. Sem desconsiderar as informações oriundas dos estudos tradicionais do campo do psicodiagnóstico infantil, se estabelece com elas uma relação crítica de liberdade, em que a criança autora dos desenhos é sempre chamada ao posto de mais legítima intérprete de sua criação.

Os estudantes e profissionais das áreas de Psicologia e Educação, que trabalham com a compreensão da linguagem gráfica das crianças, terão neste livro uma importante ferramenta para repensar suas posturas interpretativas e um convite para o exercício de uma atitude fenomenológica de abertura às inesgotáveis possibilidades de sentido da existência.

Prof. Dr. Roberto Novaes de Sá
Programa de Mestrado em Estudos da Subjetividade,
Depto. de Psicologia da UFF

Veja também

capa do livro

Práticas Discursivas ao Olhar

Notas sobre a vidência e a cegueira na formação do pedagogo

Armando M. Barros

capa do livro

O Canto dos Abismos

A adolescência de Álvares de Azevedo

Eloisa Aguiar