capa do livro

Comunicação, Cultura e Consumo

A (des)construção do espetáculo contemporâneo

João Freire Filho e Micael Herschmann (org.)

 

Apesar do uso recorrente do conceito notabilizado por Guy Debord, no final dos anos 1960, ainda carecemos de reflexões mais consistentes acerca da espetacularização e de suas efetivas implicações para a vida social e a produção cultural. A fim de iluminar este debate intricado e fundamental, os artigos reunidos nesta coletânea contemplam diferentes facetas da construção e da contestação do espetáculo na atualidade. Variados artefatos e fenômenos midiáticos e artísticos são analisados por pesquisadores das áreas de Comunicação, Estudos Culturais, Ciências Sociais e Letras, vinculados a instituições universitárias do Brasil e do exterior. Em comum, os textos selecionados possuem o intuito de oferecer – no lugar das condenações moralistas de praxe – pesquisas sistemáticas e reflexões teóricas mais perspicazes acerca da natureza, da dinâmica e das conseqüências da sociedade espetacular.

Veja também

capa do livro

Mídia, Memória e Celebridades - 2a edição

Estratégias narrativas em contextos de alta visibilidade

Micael Herschmann e Carlos Alberto Messeder Pereira

capa do livro

Discurso Publicitário e Consumo

Uma Análise Crítica

Fred Tavares

capa do livro

Celebridades

A influência nos padrões de consumo no Brasil

Cristiane Zovin

capa do livro

Analisando Telenovelas

Maria Carmem Jacob de Souza (org)

capa do livro

Mídia de Chocolate

Estudos sobre a relação infância, adolescência e comunicação

Inês Sílvia Vitorino Sampaio, Andréa Pinheiro Paiva Cavalcante e Alessandra Carlos Alcântara