capa do livro

Adelaide Antunes, Nei Pereira Jr. e Maria de Fátima Ebole (org.)

Adelaide Maria de Souza Antunes
Professora Titular da Escola de Química da UFRJ, Engenheira Química pela Escola de Química/UFRJ (1976), MSc em Engenharia Química pela Coordenação dos Programas de Pós-graduação em Engenharia Coppe/UFRJ (1979), DSc em Ciências em Engenharia Química pela Coppe/UFRJ (1987) e com pós-doutorado no Institut Français de Pétrole, FR (1988). Possui curso de especialização MBA – Executivo pela Coppead/UFRJ (1991). Foi vice-diretora da EQ/UFRJ de 1990 a 1993 e diretora desta mesma instituição no período de 1994 a 1997. Foi agraciada com a Medalha “Retorta de Ouro” (1997). Possui diversas publicações nacionais e internacionais em revistas científicas de relevância internacional e nacional, incluindo nove livros publicados ou organizados e oito capítulos de livros publicados. Participou e apresentou trabalhos em vários congressos e conferências nacionais e internacionais, além de exposição em feiras internacionais. Atualmente, é Membro do Conselho de Incubadora de Empresas da Coppe; da Comissão de Tecnologia da ABIQUIM; da Comissão Petroquímica do IBP; dos Fóruns de Competitividade da Cadeia Produtiva Farmacêutica e do Fórum de Biotecnologia e de Transformados Plásticos do MDIC. Orientadora de 28 dissertações de mestrado e 22 teses de doutorado. Coordenadora de Curso de Especialização GETIQ desde 1998; coordenadora do Sistema de Informação sobre a Indústria Química – SIQUIM®, desde sua implantação em 1988; coordenadora do Laboratório de Prospecção Tecnológica & Tendências de Inovação – OBTENDO®. Lidera vários projetos de pesquisa em parceria com empresas e com instituições governamentais. Coordenadora brasileira do Programa SELF-RULE (Strategic European and Latin-American Foresight for Research and University Learning Exchange) de Intercâmbio entre a América Latina e Comunidade Européia (2005-2007).

Nei Pereira Jr.
Professor Titular da Escola de Química da UFRJ, Engenheiro Químico, formado pela Escola de Química da UFRJ (1977), MSc em Tecnologia de Processos Bioquímicos pela Escola de Química/UFRJ (1982), e PhD em Biotecnologia pela Universidade de Manchester, UK (1991). Ingressou como docente na Escola de Química em 1978, na qual atua no ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa e extensão. Coordena trabalhos de pesquisa acadêmica e tecnológica nos Laboratórios de Desenvolvimento de Bioprocessos e Bioprodutos do Departamento de Engenharia Bioquímica, em temáticas variadas, como a produção de biocombustíveis, enzimas, antibióticos, edulcorantes, ácidos orgânicos, biossurfactantes, incluindo também estudos voltados ao biotratamento de efluentes e resíduos recalcitrantes industriais. Desde 1997 vem se associando ao grupo de pesquisadores da área de Gestão Tecnológica da EQ/UFRJ, colaborando em temas que envolvem a Biotecnologia – seja na formação de massa crítica capacitada ou em projetos cooperativos. Foi chefe do Departamento de Engenharia Bioquímica da EQ/UFRJ por duas ocasiões (1991-1993 e 2000-2002); vice-diretor da Escola de Química da UFRJ (1994-1998); membro do Conselho de Ensino para Graduados e Pesquisa da UFRJ (1997-2000); e, desde 2002, é o coordenador do Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ. Possui diversas publicações em periódicos científicos de relevância internacional e nacional, bem como patentes. Foi recentemente agraciado com o Prêmio Petrobras “Inventor 2005”. Proferiu várias palestras em eventos científicos e tecnológicos no País e no exterior. Foi orientador em 39 dissertações de mestrado e 18 teses de doutorado. Vem atuando como líder de vários projetos de pesquisa em parceria com empresas e com instituições governamentais. É membro titular da Sociedade Brasileira de Biotecnologia.

Adriana Ururahy Soriano
Formou-se em Engenharia Química pela Escola de Química da UFRJ em 1994. Neste mesmo ano, ingressou no Doutorado do Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ, desenvolvendo a sua tese intitulada “Biodegradação de Resíduo Oleoso Proveniente de Refinaria de Petróleo”, cuja defesa ocorreu em 1998. No período de 1999 a 2001, contribuiu para a formação de uma equipe voltada ao desenvolvimento de projetos de “Biorremediação de Solos Contaminados” no CETEM/MCT. Em 2001, ingressou na Gerência de Biotecnologia e Tratamentos Ambientais do Cenpes/Petrobras, onde atualmente atua como Consultora Técnica, coordenando o Grupo de Resíduos e Áreas Impactadas, além de vários projetos de Pesquisa e Desenvolvimento.

Ana Cristina Almeida Müller
Engenheira Química, formada pela Escola de Química da UFRJ e Agente de Propriedade Industrial com notável experiência na área de patentes, na qual atua desde 1995 analisando e redigindo pedidos de patente, efetuando depósitos no Brasil e no Exterior e emitindo pareceres sobre validade e infração. É sócia de Carminati Schulz Propriedade Intelectual, sendo freqüente palestrante em cursos e seminários no Brasil e no exterior, além de autora de diversos artigos sobre patentes no campo químico, farmacêutico e biotecnológico, destacando-se a publicação, em 2001, do livro “Patenteamento em Biotecnologia – Um Guia Prático para os Elaboradores de Pedidos de Patente”. Em 2003 concluiu a sua tese de Doutorado no Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da EQ/UFRJ. É membro da ABPI (Associação Brasileira da Propriedade Intelectual) e da FICPI (Fédération Internationale des Conseils en Propriété Industrielle), além de ser professora convidada do curso de graduação em Engenharia Química da EQ/UFRJ e da Pós-graduação em Direito da Fundação Getúlio Vargas – FGV.

Alessandra Paola Araujo de Seixas
Graduada em Administração de Empresas pela PUC-Rio, desenvolvendo sua carreira nas áreas administrativa e de pessoal em empresas de Seguros e de Internet. Realizou seu mestrado, em 2004, pelo Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos com a dissertação intitulada de “A Biodiversidade e a utilização de seus recursos como forma de promover o desenvolvimento econômico e tecnológico: o caso da Amazônia”. Atualmente, atua na administração de uma empresa na área alimentícia.

Cláudia Lyrio Canongia
Claudia Canongia é Química pela Universidade de Brasília-UnB, graduada em 1983. Possui Diplome d’Études Approfondies (DEA) em Inteligência Competitiva pelo Centre de Recherche Rétrospective de Marseille-CRRM em 1998, na França; além de ser Doutora na área de Gestão da Inovação Tecnológica pelo Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ, em 2004. Trabalhou como tecnologista em C&T de 1987 a 2000 no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e de 2000 a 2005 no Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). Desde 2005, trabalha como tecnologista sênior em Ciência e Tecnologia no Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), na área de Competitividade e Cooperação Técnica da Coordenação-Geral de Articulação Internacional. Desde 1999, vem atuando tanto na coordenação técnica de estudos de prospecção em vários setores visto sua atuação como pesquisadora colaboradora do laboratório Sistema de Informação sobre a Indústria Química (SIQUIM/EQ/UFRJ).

Cláudia Maria Perasso Lourenço
Cláudia Maria Perasso Lourenço, economista pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) em 1984, e MSc na área de Gestão da Inovação Tecnológica pelo Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ, em 2003. Foi analista de projetos até 2001 no Departamento de Indústria de Processo da Financiadora de Estudos e Projetos-Finep/MCT, acompanhando a carteira de empresas farmoquímicas e de química fina. Trabalhou, desde o início, na operacionalização dos Fundos Setoriais, disseminando critérios de avaliação e análise de projetos. Atualmente, trabalha no Departamento de Fomento, Análise e Acompanhamento de Projetos de Institutos de Pesquisa Tecnológica, na linha de atuação de projetos voltados para o setor de fármacos e medicamentos.

Cristina d’Urso de Souza Mendes
Engenheira Química formada pela Escola de Química da UFRJ e MSc pelo Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ. Trabalhou como pesquisadora durante 4 anos no Sistema de Informação sobre a Indústria Química SIQUIM/EQ/UFRJ, atuando em projetos de prospecção tecnológica e pesquisa de mercado em diversos setores da indústria química. Após este período trabalhou na NORTEC Química, onde atuava na área de Comércio Exterior e de Pesquisa de Mercado dos produtos de linha e em desenvolvimento. Desde 2005, está no Sistema Firjan atuando na área de informação tecnológica.

Dilri Scardini Alves Batista
Formada em Engenharia Química pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Possui especialização em Produção Mais Limpa pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/RS (2002) e aperfeiçoamento em ISO 14000 – Environmental Auditor Training Course pela Environmental Auditors Registration Association (2000). É Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ (2003). Possui aperfeiçoamento em Consultoria e em Auditoria Ambiental pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/RJ (1999 e 2000). Atuou no ensino médio no Colégio Pedro II (1992) e, atualmente, é Analista de alimentos e bebidas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/RJ. É Professora titular da Universidade Gama Filho e Palestrante do Núcleo de Ciências Ambientais-NADC/UFRJ.

Eliane de Britto Bahruth
Graduada em Engenheira Química pela Escola de Química/UFRJ. É especialista em Administração de Empresas pelo Instituto de Administração e Gerência da PUC-RJ. Possui MBA no Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração-Coppead/UFRJ. É Doutora na Área de Inovação Tecnológica no tema Prospecção Tecnológica pelo Programa de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ. É atual Diretora de Inovação para o Desenvolvimento Econômico e Social na Financiadora de Estudos e Projetos – Finep, onde atua desde 1975, tendo assumido várias funções tanto na área de planejamento quanto operacional, notadamente, relacionada às empresas industriais. É representante em diversos Conselhos de Administração de Empresas, bem como em foros de discussão de Política Industrial. Cedida à EMBRAPA, coordenou a implantação do Laboratório e da Programação de Pesquisas em formulação de Defensivos Agrícolas do CNPDA.

Elisa Maria Rodrigues Sharland
Graduada em Química pela UFRJ e em Administração pela Universidade Gama Filho (UGF) e Doutora pelo Programa de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ. Possui 20 anos de Experiência empresarial e acadêmica, atuando como docente e coordenadora de Cursos. Atualmente, coordena a Central de Qualidade dos Programas do Instituto de Desenvolvimento Educacional da Fundação Getúlio Vargas (FGV) através de suas Escolas, com as seguintes responsabilidades: Gerenciamento da Equipe da Central de Qualidade, que engloba as seguintes atividades: Garantia da Qualidade, Inteligência de Negócios, Ouvidoria e Regulamentação, referentes aos cursos de pós-graduação lato sensu (Educação Continuada) oferecidos por esta referida instituição.

Janaína Gonçalves de Souza Pimenta
Graduada em Engenharia Química pela UERJ, possuindo mestrado pelo Programa de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ, com dissertação intitulada “Sustentabilidade Ambiental: A Indissociabilidade entre Legislação, Gestão e Educação Ambiental”. Atualmente, é contratada pela COOPERTEC Engenharia, onde atua, como consultora, em Gestão Ambiental.

José Vitor Bomtempo Martins
Graduado em Engenharia Química pela Escola de Química da UFRJ em 1977. É MSc em Engenharia de Produção pela UFRJ (1982) e realizou seu Doutorado em Economia Industrial pela Ecole Nationale Supérieure des Mines de Paris (1992). Posteriormente, seguiu seus estudos no pós-doutorado pela Universite de Paris IX (Paris-Dauphine) em 2000. Atualmente, é Professor Adjunto da UFRJ. Tem grande experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Industrial. Atua principalmente nos referidos temas: organização industrial, inovação, indústria química e polímeros.

Lylle Maria Leite Mendes
Técnica em Química pelo CEFET-Química; graduada em Engenharia Química pela UERJ (1982) e possui licenciatura em Química pela FAHUPE (1983). Posteriormente, em 1988, graduou-se em Medicina pela UNI-RIO. Realizou Especialização e Residência em Anestesiologia (1994) e concluiu seu mestrado pelo Programa de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ na área de Gestão e Inovação Tecnológica (2005). Desde 1980, leciona no CEFET-Química /RJ e atua como médica do Instituto de Assistência ao Servidor do Estado do RJ, no período compreendido entre 1988 a 2006.

Maria de Fátima Ebole de Santana
Engenheira Química formada pela Escola de Química da UFRJ em 2001. Em 2002 concluiu sua dissertação de Mestrado pelo Programa de Pós-graduação Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ e, desde 2006, realiza doutoramento nesta referida instituição. Atuou, de 1997 a 2001, nas áreas de Biotecnologia, Química, Microbiologia e Meio Ambiente. Posteriormente, integrou a equipe da EFLUTEC Consultoria e Assessoria Ambiental, como consultora ambiental até 2002. Premiada em 1997 como melhor trabalho na XIX Jornada de Iniciação Científica e IX Jornada Artística e Cultural da UFRJ. Trabalhou no período de 2002 a 2003 como Engenheira Ambiental na White Martins Inc. em parceria com a Coppe/UFRJ. Integra, desde 2004, o quadro de pesquisadores do Sistema de Informação sobre a Indústria Química–SIQUIM, onde atua como consultora em projetos de Gestão, Inovação e Prospecção Tecnológica nas áreas de Biotecnologia e Biodiversidade. É membro da Associação Brasileira de Biotecnologia, além de ser professora convidada do curso de graduação em Engenharia Química da Escola de Química da UFRJ. Mais recentemente passou a integrar a equipe do grupo de pesquisadores da Rede SELF-RULE (Strategic European and Latin-American Foresight for Research and University Learning Exchange) de Intercâmbio entre a América Latina e a Comunidade Européia (2005-2007).

Maria de Nazaré Freitas Pereira
Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Pará (1967), especialização em Biblioteconomia pela Universidade de São Paulo (1973), mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1981) e doutorado em Sociologia do Conhecimento pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (1997). Atualmente, é Pesquisador Titular do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. Atua, principalmente, nos seguintes temas: Antropologia das ciências e das técnicas, Sociologia da ciência, Teoria ator-rede.

Rafaela Di Sabatto Guerrante
Engenheira Química graduada pela Escola de Química da UFRJ (1999); com MSc pelo Programa de Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos da Escola de Química/UFRJ (2002). É autora do livro “Transgênicos – Uma visão estratégica”. Atuou por 2 anos como examinadora de patentes da Divisão de Química Orgânica do Instituto Nacional de Propriedade Industrial-INPI. Hoje, trabalha na Divisão de Estudos e Programas da mesma instituição, com o desenvolvimento de estudos de prospecção tecnológica e realiza doutoramento na Escola de Química da UFRJ.



Veja também

capa do livro

Planejamento de Experimentos usando o Statistica

Verônica Calado e Douglas Montgomery

capa do livro

Cinética enzimática

Gerson Ferreira Pinto e Reginaldo Ramos de Menezes

capa do livro

Caracterização de Polímeros

Determinação de Peso Molecular e Análise Térmica

Elizabete F. Lucas, Bluma G. Soares e Elisabeth Monteiro

capa do livro

Doenças negligenciadas

Coletânea de artigos da Revista Virtual de Química

Angelo C. Pinto, Fernando de C. da Silva e Vitor F. Ferreira (org.)

capa do livro

Defesa Química

Angelo C. Pinto, Antônio L. S. Lima, Tanos C. C. Franca (org.)

capa do livro

Laboratórios didáticos do Departamento de Engenharia Química

Da teoria à prática

Marisa F. Mendes (coord.), André de Almeida, Claudia M. Scheid et al.