capa do livro

Luiz Fernando Paulillo (org.)

ANA CLAUDIA VIEIRA é economista formada pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), mestre e doutora em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Docente do Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva – IMES-FAFICA. Atua em pesquisas e projetos sobre o setor agroindustrial citrícola brasileiro há 10 anos na UFSCar, e também com o desenvolvimento de programas de políticas públicas de segurança alimentar, integrando o Grupo de Pesquisas em Políticas Públicas, Segurança Alimentar e Desenvolvimento Territorial.

ANNIE LAMBERT é professora do curso de economia industrial e engenharia de alimentos da Ecole Nationale d’Ingênieurs des Techniques des Industries Agricoles et Alimentaires (ENITIAA). Faz parte do Laboratório de Pesquisas em Gestão e Economia de Indústrias Alimentares (LARGECIA), no qual desenvolve pesquisas na área de evolução das cadeias agroalimentares, com ênfase na especialização das diferentes etapas de transformação destas cadeias e a repercussão sobre a localização das indústrias. Participa do programa de cooperação internacional “CAPES-Cofecub 2001/2005” entre a instituição que representa (ENITIAA) e duas universidades federais brasileiras (UFSCar e UFMS). É doutora em Ciências Econômicas e Sociologia pela Universidade de Nantes (França).

LUIZ FERNANDO PAULILLO (coordenador do livro) é professor adjunto do Departamento de Engenharia de Produção da ­UFSCar desde 1995. Doutor em Economia pelo Instituto de Economia da Unicamp (2000), com a realização do doutorado sanduíche na Universidad de Córdoba e no Instituto de Estudios Sociales Avanzados de España (bolsa concedida pela CAPES em 1999). Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de São Carlos (1994) e é graduado em Economia pela Universidade Estadual Paulista (1991). Atualmente é pesquisador da Fundação de Apoio Institucional ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico da UFSCar, tendo atuado em projetos temáticos contratados pela FAO-ONU (2003-2005), União Européia (2004-2006), FINEP (1999-2003), FAPESP (2001-2006), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (2005-2006), Instituto Interamericano de Cooperação Agrícola – IICA – (2005-2007), entre outros. Recebeu o prêmio MOST – “Management of Social Transformations” – da UNESCO (Paris-França) na área de Ciências Sociais Aplicadas, em 2001, por sua tese de doutorado. É pesquisador do GEPAi (Grupo de Estudos e Pesquisas Agroindustriais) da UFSCar e do Grupo de Estudos em Políticas Públicas, Segurança Alimentar e Desenvolvimento Territorial (que integra professores e pesquisadores da UFSCar, Unicamp, USP/Esalq e Universidade Federal de Uberlândia). É especialista em ensino, pesquisa e assessoria nas áreas de economia agroindustrial, instituições e organizações, políticas públicas e segurança alimentar, focando as temáticas da competitividade, marcos regulatórios e ambientes institucionais em setores agroindustriais, mecanismos de governança, redes de poder, políticas de segurança alimentar e gestão da alimentação escolar. Desde 1991 realiza estudos e assessorias sobre a economia citrícola brasileira, cujo resultado principal é uma extensa lista de publicações (em teses, artigos e livros) que está registrada no sistema Lattes do CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

LUIZ MANOEL DE ALMEIDA é pesquisador colaborador da Faculdade de Engenharia Agrícola da Unicamp e do Grupo de Estudos em Políticas Públicas, Segurança Alimentar e Desenvolvimento Territorial da UFSCar. Doutor em Sociologia pela Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (FCLAR-Unesp) e mestre em Engenharia de Produção Agroindustrial pela UFSCar. Desenvolveu a dissertação de mestrado e a tese de doutorado sobre a economia citrícola brasileira e prossegue atuando em projetos de pesquisa sobre o setor agroindustrial citrícola brasileiro na ­UFSCar, onde também atua com o desenvolvimento de programas de políticas públicas locais de segurança alimentar. Sua participação na presente obra teve o apoio do CNPq.

MELISE DANTAS MACHADO é administradora formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), mestre e doutoranda em Engenharia de Produção pela UFSCar, atuando no Grupo de Estudos e Pesquisas Agroindustriais (GEPAI). Tem suas atividades de pesquisa fundamentadas nas ferramentas de marketing aplicadas aos agronegócios, tais como canais de distribuição e ferramentas de marketing no processo de inovação tecnológica. Atualmente desenvolve uma tese sobre o comércio justo internacional de suco de laranja concentrado. Na área de ensino trabalha como professora do curso de Administração do Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM).

MURILO SICCHIERI DE CARVALHO é professor efetivo do Departamento de Economia da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). Economista pela Unesp (1999) e mestre em Engenharia de Produção pela UFSCar (2005). Atualmente integra o grupo de pesquisa em Gestão Ambiental e Sócio-Econômica da Amazônia (GASEA) da Unemat.



Veja também

capa do livro

Do Desenvolvimento Global aos Sítios Locais

Uma crítica metodológica à Globalização

Henry Panhuys (tradução de Michel Thiollent)

capa do livro

Desafios de operação e desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde

Lia Hasenclever, Maria Auxiliadora Oliveira, Julia Paranhos e Gabriela Chaves (orgs.)

capa do livro

Brasil e Argentina

Políticas e trajetórias de desenvolvimento

Renato Boschi e Santiago Bustelo (Org.)

capa do livro

Políticas estratégicas de inovação e mudança estrutural - vol. 2

Uma década de evolução dos Arranjos Produtivos Locais

Marcelo G. Pessoa de Matos, Elaine Borin, José E. Cassiolato (Org.)

capa do livro

Políticas estratégicas de inovação e mudança estrutural - vol. 1

Sustentabilidade socioambiental em um contexto de crise

José E. Cassiolato, Maria Gabriela Podcameni, Maria Clara C. Soares

capa do livro

O tributo invisível

José Ricardo da Silva Nunes