capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.09

Outubro de 2001

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

 

Editorial
Parabéns para nós!
A nossa Revista Inteligência Empresarial está completando dois anos de vida!
Por isso, preparamos um número especial para nossos leitores no qual apresentamos uma pesquisa realizada pelo CRIE, da COPPE/UFRJ, que mensurou, qualitativa e quantitativamente, o mercado de Gestão do Conhecimento no Brasil. Essa foi a nossa “prova dos nove” porque pudemos constatar muito do que preconizamos em nosso primeiro número, onde discutimos o que era a Sociedade do Conhecimento e a gestão desse novo fator de produção.
Definitivamente, conhecimento passou a ser entendido como um ativo importante para a gestão das empresas modernas. O exemplo disso vem no artigo sobre uma das maiores empresas farmacêuticas da atualidade, a Pfizer Inc., que investe, hoje, em Pesquisa e Desenvolvimento, algo em torno de 20% do seu faturamento anual comprovando estar fortemente apoiada nos pilares da gestão do conhecimento.

Quanto vale o mercado de Gestão do Conhecimento no Brasil?
As empresas brasileiras afirmam, em uníssono, que não se faz gestão do conhecimento da mesma forma que se faz gestão dos fatores tradicionais de produção: matéria-prima, capital e mão-de-obra. No entanto, estas mesmas empresas não possuem sistemas ou mecanismos para medir o sucesso das implementações das iniciativas de gestão do conhecimento. Atualmente, existe muito pouca informação sobre o real interesse das empresas nesta área. Há ainda mais perguntas do que se encontram respostas.
Por entender a urgência desta questão, o Centro de Referência em Inteligência Empresarial – CRIE, da COPPE/UFRJ, realizou pesquisa inédita sobre o tema cujos resultados são apresentados neste artigo.

Pfizer Inc.
Neste ambiente de transformações configurado pela Sociedade do Conhecimento, as empresas que estão conduzindo as melhores práticas em direção à adoção de uma cultura voltada para a aprendizagem organizacional têm se mantido competitivas em relação às suas concorrentes. É o caso da Pfizer Inc., empresa farmacêutica que tem no aprendizado organizacional um de seus objetivos estratégicos. Nesta learning organization, este aprendizado reveste-se de uma causa maior do que a pura e simples conquista de mercado. A Pfizer, sem perder o foco de seus negócios, investe na busca de soluções para a mais séria das questões sociais – a saúde.

Resenha
O livro “Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento: um roteiro para a ação”, de André Pereira, Elisabeth Gomes e Marcos Cavalcanti, apresenta uma nova maneira de administrar empresas.

Veja também

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.03

Abril de 2000

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.15

Abril de 2003

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.13

Outubro de 2002

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.02

Janeiro de 2000

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.14

Janeiro de 2003

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ