capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.33

Clusters de mídia: estímulo à produção audiovisual e ao desenvolvimento econômico

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

A expertise do Núcleo de Estudos da Economia da Cultura (NEEC) colaborou para a realização do estudo da Cadeia Produtiva da Economia do Audiovisual da Grande Vitória, Espírito Santo. A contratação do Instituto Gênesis da PUC-Rio para gerenciamento do estudo se deu por conta da garantia de que o levantamento proposto seria realizado, inclusive, pelos especialistas que há 10 anos se dedicam ao tema: economia da cultura como fator de desenvolvimento econômico.

Entre os anos de 1999 e 2009, o NEEC realizou:

  • Estudo sobre a contribuição da cultura para formação do PIB do Estado do Rio de Janeiro.
  • Estudo da Cadeia Produtiva da Economia da Música (CPEM).
  • Estudo da Cadeia Produtiva da Economia do Carnaval (CPEC).

As informações primárias disponibilizadas por questionários elaborados e realizados sob a execução do Instituto Gênesis; levantadas junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Ministério da Cultura; bem como as obtidas junto às secretarias municipais e estaduais de fazenda e cultura dos municípios de Vitória, Cariacica, Serra e Vila Velha garantiram uma aproximação confiável.

Para os gestores de políticas públicas, destaque para o Sebrae/ES, responsável pelo financiamento do estudo, e empresários, os textos aqui publicados permitem elaborar um plano de ação para promover a Economia do Audiovisual na Grande Vitória.

As informações originais sobre política tributária e propriedade intelectual lançam luz sobre temas que não estão na agenda de empresários e gestores públicos.
Ao entregar os textos desta publicação para os gerentes do estudo da CPEAGV, Instituto Gênesis, os autores foram questionados sobre a densidade dos mesmos. Foi solicitada a ampliação, em número de páginas, para corresponder ao tamanho dos textos de outros consultores, o que não foi aceito por se entender que não é o número de páginas que define a qualidade da análise e dos fluxogramas desenvolvidos.

A publicação deste trabalho, assinado por Luiz Carlos Prestes Filho, Sérgio Cidade de Rezende e Sydney Sanches, permite garantir a titularidade do mesmo e, por outro lado, disponibilizar a metodologia há anos desenvolvida pelo NEEC.

Desde o início os autores cotejaram suas preocupações com estudos realizados sobre Clusters de Mídias, por entenderem que o desenho da CPEAGV abre a possibilidade para modelagem de um Arranjo Produtivo Local (APL) do Audiovisual na Grande Vitória. Traduzido, o texto “Clusters de mídia: aglomerações locais em uma indústria que desenvolve clusters virtuais em rede”, de autoria de Robert G. Picard, serve de âncora para esta revista. O mesmo ilumina temas que devem ser observados pelos agentes econômicos.

A resenha do livro Cinema Digital, de autoria de Lia Bahia, traz para o debate conteúdo recentemente publicado a respeito de tema estruturante para o setor.

Boa leitura!

Os Editores

Veja também

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.34

Propriedade Intelectual e as Indústrias Criativas

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ

capa do livro

Introdução à História da Comunicação

Pablo Laignier e Rafael Fortes (organizadores)

capa do livro

Revista Inteligência Empresarial - n.31

Avaliando intangíveis no Brasil

Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe/UFRJ