capa do livro

Comunicação e sustentabilidade

Conceitos, contextos e experiências

Angela Schaun e Fred Utsunomiya (org.)

O tema "sustentabilidade" desperta crescente interesse entre pesquisadores acadêmicos e a sociedade em geral. De fato, nos últimos 40 anos, desde a publicação do documento "The Limits to Growth" em 1972, pelo grupo que ficou conhecido como Clube de Roma, até o documentário "Uma Verdade Inconveniente" do cineasta Davis Guggenheim, com a participação do ex-vice presidente americano Al Gore, o mundo tem colocado na pauta de discussão dos governos, empresas e sociedade como um todo essa temática.

O objetivo deste livro é ser o primeiro de uma série de conjuntos de textos voltados para discutir e pensar a questão da Sustentabilidade que emerge com urgência no mundo contemporâneo como um dos grandes desafios no campo da Comunicação.

A idéia é promover um diálogo inter e transdisciplinar com pesquisadores, profissionais e acadêmicos que apresentam interesse pela temática da inter-relação entre a Comunicação e a Sustentabilidade, buscando construir um corpus de conceitos, contextos e experiências que possam contribuir para a construção de novas formas de pensar a questão humana, comunicativa e planetária.

O livro foi dividido em cinco partes visando apresentar uma visão ampla e diversificada do conceito de sustentabilidade na interligação com outros temas, visto que no levantamento realizado verificou-se grande abrangência no desenvolvimento e na abordagem dos conceitos, fruto da complexidade do tema.

A primeira parte, intitulada Sustentabilidade: conceitos e contextualização constitue-se de um conjunto de três textos versados a apresentar um quadro de referências sobre a temática da Sustentabilidade.

A segunda parte leva o título de Comunicação e Sustentabilidade foca as discussões sobre algumas relações contextuais entre o campo da comunicação organizacional e o marketing.

A terceira parte nomeada como Sustentabilidade e Responsabilidade Social discute os reflexos das ações empresariais no contexto da globalização, incluindo a perspectiva social dessas ações no terceiro setor.

A quarta parte se debruça sobre aspectos relacionados com a Educação e Sustentabilidade abordando duas questões iniciais: o desenvolvimento humano na perspectiva da complexidade e o conceito de sustentabilidade entre os universitários.

A quinta e última parte apresenta experiências do âmbito da interconexão entre Cultura e Sustentabilidade. Um dos textos apresenta a cultura do carnaval num o diálogo paradoxal entre o exagero e a sustentabilidade na linguagem das escolas de samba contemporâneas. No outro, disserta-se sobre Comunicação e Sustentabilidade no cinema.

Espera-se que a principal contribuição deste livro seja apresentar um quadro de referências para desenvolvimento do complexo tema Comunicação e Sustentabilidade, de modo a auxiliar pesquisas futuras. Mas, sobretudo, a nossa proposta é contribuir para disseminar, ampliar e amplificar as discussões e o processo de construção de uma sociedade mais alerta, compromissada com o futuro da vida e do nosso planeta.

Angela Schaun e Fred Utsunomiya
Organizadores

Veja também

capa do livro

Corpos, imaginários e afetos nas narrativas do eu

Denise da Costa Oliveira Siqueira (org.)

capa do livro

Ensaio sobre a pergunta

Uma teoria da prática jornalistica

Maria Luiza Franco Busse

capa do livro

Divulgação científica

faces em reflexão

Mario Newman de Queiroz (org)

capa do livro

Políticas periféricas para um design responsável

Beatriz Russo e Lilyan Berlim (orgs.)

capa do livro

Design e Economia Criativa

ensaios para um campo plural

Mirella De Menezes Migliari (org.)