capa do livro

Matrix e a administração transpessoal

Julio Francisco Dantas de Rezende

Introdução

Capítulo 1

A Tecnologia em Matrix

Realidade Virtual: um estranho mundo novo

A Internet e a complexificação da realidade

A Inteligência Artificial

A robótica

A nanotecnologia e a revolução do microcosmo

Automação e a autonomização das organizações

A tecnologia e a complexificação da realidade

Capítulo 2

História, Simbolismo e Tese de Matrix

A sensibilização para uma nova visão de mundo

Acordar para uma realidade de poder

A escolha de seguir o coelho branco

O cuidado ao seguir um novo caminho

O que é a Matrix

Uma explicação complexa da realidade

A pílula vermelha

O processo de morte e renascimento

A apresentação da nave Nabucodonosor e a sua tripulação

Capítulo 3

A Nave Nabucodonosor e o Desenvolvimento de Uma Epistemologia Organizacional

Nabucodonosor e a metáfora da máquina

Nabucodonosor e o simbolismo bíblico

Nabucodonosor como uma organização

Capítulo 4

Uma Visão Ampliada da Teoria das Organizações

O estudo das organizações

Uma visão complexa da ciência administrativa

As implicações da metáfora da Inteligência Artificial para as organizações

O transcurso de uma nova revolução econômica

A necessidade de novas leituras da ciência administrativa

Análise de ambientes complexos

A cultura organizacional em Nabucodonosor

Impactos da tecnologia no trabalho

Capítulo 5

Matrix e o Comportamento Organizacional

A crítica à Inteligência Artificial e o desenvolvimento da administração substantiva

O comprometimento organizacional

Satisfação com o trabalho

Processo decisório e intuição

Motivação

Trabalho em Equipe

Liderança e confiança

Desenvolvimento de pessoas

O empowerment

Capítulo 6

A Prática Organizacional em Matrix

O desenvolvimento de novas estratégias organizacionais

Gestão em ambiente de mudança

Inovação e complexidade organizacional

Aprendizagem organizacional e o treinamento a bordo do

A importância do trabalho especializado nas organizações

O encontro com o oráculo e a reflexão sobre a responsabilidade e a adaptabilidade perante o futuro

A captura de Morfeu e o administrar do imprevisível

O primeiro duelo entre Neo e o agente Smith

O empreendedorismo e a jornada do herói

O vôo de Neo e a emergência de uma nova visão

Capítulo 7

Matrix Reloaded – Uma Antítese à Crítica da Tecnologia

A reunião dos capitães e a reflexão sobre a emergência da desobediência

A organização orgânica

O retorno a Sião, o discurso de Morfeu e a expressão do poder

O diálogo com o Conselheiro Hamann e os cuidados nas relações entre homens e máquinas

O segundo contato com o Oráculo e o despertar da responsabilidade das ações

A luta contra Smith e a busca da não-dualidade

A visita a Merovingian e as reflexões sobre o verdadeiro poder

A gestão da informação segundo Merovingian

A inveja em Perséfone e nas organizações

O poder de transformar o mundo

O contato com o Arquiteto e o papel da esperança para as organizações

A destruição de Nabucodonosor e o cuidado com os detalhes na gestão organizacional

Capítulo 8

A Síntese em Matrix Revolutions

Sacrifício e libertação: elementos para se pensar a transcendência organizacional

A importância da qualidade na gestão organizacional

Diversidade e complementaridade

A guerra e as estratégias de adaptabilidade

A chegada à Cidade das Máquinas e o despertar da inteligência emocional

O pacto entre Neo e o Deux ex Machina e a visão integral

A luta final entre Neo e Smith

O fim da guerra contra as máquinas

O encontro do Arquiteto e o Oráculo

Internet: uma nova Matrix?

Capítulo 9

A Terceira Renascença

O uso da tecnologia com respeito

As tecnologias e a promoção de condições para uma emergência humanista e espiritual

Capítulo 10

Fundamentos da Administração Transpessoal

A concepção de homem e consciência na psicologia transpessoal

A psicologia transpessoal aplicada às organizações

O estado de consciência nas organizações

Estado de consciência e clima organizacional

A leitura simbólica das organizações e a influência dos arquétipos

Metodologia de desenvolvimento de uma administração transpessoal

Primeiro passo da administração transpessoal: a análise organizacional

Segundo passo da administração transpessoal: formulação de uma política organizacional

Terceiro passo da administração transpessoal: a intervenção organizacional – empreendendo transformações mediante o renascimento organizacional

Quarto passo de administração transpessoal: a gestão

Quinto passo da administração transpessoal: acompanhamento dos resultados

Capítulo 11

Administração Transpessoal na Prática

Estímulo para o contato com a motivação mais profunda

Atenção ao momento presente

Transcendência do ego

Desenvolvimento da intuição

Ampliação e elevação do estado de consciência

Valorização do autoconhecimento

Contato com a dimensão do herói

Integração com a totalidade e o desenvolvimento da responsabilidade universal

Mudança de percepção da crítica para a ação: a criação de uma visão do mundo como um reflexo de nós mesmos

Preocupação genuína com o bem-estar dos membros de uma organização

Comunicação não apenas da palavra, mas do estado de consciência

A Valorização dos relacionamentos

Busca de novas formas de aprendizagem: a metáfora do Constructor

Valorização do diálogo inter-religioso nas organizações

O cultivo de estados alterados de consciência nas organizações

Inserção de práticas meditativas nas organizações

O cultivo da felicidade nas organizações

Valorização dos sonhos nas organizações

Valorização e crítica à espiritualidade nas organizações

A gestão do bem-estar nas organizações

Limites e desafios para a adoção de uma administração transpessoal

Capítulo 12

A Economia do Estado de Consciência

Capítulo 13

Considerações Finais

Bibliografia

Notas Bibliográficas

Veja também