capa do livro

Universidade e Comunidade

A construção de um novo ambiente

Marina Lemette Moreira

O presente estudo analisa um projeto interdisciplinar intitulado Ciência, Ambiente e Educação, desenvolvido no NEAM/PUC-Rio e na Rocinha, com a proposta de uma ação socioeducativa ambiental, com 24 jovens de 14 a 17 anos, conjugando os referenciais da família, da escola, do trabalho e da ciência, tendo em vista a melhoria das condições de vida da comunidade, por meio desses agentes de mudança.

O trabalho foi baseado em fundamentação teórica relacionada aos aportes de Huberman, Havelock, Habermas e Devereux, destacando-se aspectos sistêmicos do insight e da análise de discurso de classes populares, de A. M. Nicolaci da Costa. Quanto à metodologia, a pesquisa-ação foi analisada por meio de seus resultados nas diversas áreas: Artes, Psicologia, Letras, Saúde, Matemática, Geografia, Educação e Antropologia.

Na avaliação final dos resultados, destacou-se a importância da inserção desses jovens no mercado de trabalho, tendo o aproveitamento de suas potencialidades, como também o incentivo para o reforço da sua escolarização. A contribuição da universidade ficou evidente no sentido de estimular tais jovens a utilizarem o conhecimento em sua trajetória de vida e em sua participação social, e demonstrou a viabilidade produtiva da interação universidade-comunidade, com enriquecimento mútuo.

Marina Moreira Lemette
A autora

Este livro é antes de tudo o resumo de uma ação continuada, que tendo começado há 24 anos permanece forte e inovadora. É a história de 24 anos de luta para conseguir inserir na Universidade o valor do olhar para o mundo que nos cerca. De fazer ver ao pesquisador, muitas vezes alheio ao mundo exterior, que a observação dos fenômenos sociais é fonte de riqueza inestimável para sua reflexão e mesmo um dado indispensável para o avanço da ciência. Este livro mostra que é possível também levar às comunidades pobres, quase indigentes, cuja preocupação principal é com a necessidade imediata do comer, vestir e abrigar, que o pensar ajuda a comer, vestir e abrigar. Mostra que a generosidade do nosso povo dispõe-se a confiar na Academia como fonte, se não imediata, mas, eficaz de solução de seus problemas mais prementes. Este livro conta a história da presença do morro na Universidade e da Universidade no morro. Cada um cumprindo seu papel sem desvirtuar seus respectivos papéis na sociedade. De mãos dadas contribuindo para o mútuo enriquecimento do corpo e do espírito.

Este livro conta a história das lutas para convencer pessoas e instituições a apostar em novas inciativas. A saírem de um conservadorismo paralisante e serem capazes de ousar, promovendo o verdadeiro progresso que é fruto da coragem de arriscar e não da acomodação na permanência. Conta a história de como é extraordinário ver que pessoas simples, sem diplomas, são capazes de acreditar mais na Universidade do que muitos dos que nela vivem e trabalham.

Dentro desta obra existe, sobretudo, a história de uma pessoa extraordinária que dedicou 24 anos de sua juventude, de sua força, de seu entusiasmo e de uma perseverança que chega à beira da obstinação para um projeto que estará sempre inacabado, e será sempre atual, como inacabado e atual sempre será o progresso da civilização.
Este livro carrega muito da extraordinária história de Marina Moreira.

Luiz Bevilacqua,
Pesquisador Titular,
LNCC-MCT

O Livro de Marina Lemette Moreira, atual diretora do Núcleo de Estudo e Ação sobre o Menor (NEAM) da PUC-Rio, representa contribuição inovadora e consistente fruto da dedicação e de seu trabalho de 24 anos junto às comunidades.

Trata dos resultados de vários projetos sociais realizados no NEAM com adolescentes, num enfoque interdisciplinar que aponta para a necessidade urgente de reformular e compreender melhor o trabalho e as ações da Universidade junto a essas Comunidades, com novas formas interativas de convivência abrangendo vivências comuns, trocando idéias e pontos de vista diferentes nos indispensáveis confrontos que compõem todo tecido social.

Essa publicação apresenta a rota de sua pesquisa, bem como a matriz do embasamento teórico, destacando a participação dos professores envolvidos remetendo, ao final, para a discussão da temática proposta, no momento atual do contexto histórico e sociocultural brasileiro.

A cultura, por meio de seu dinamismo pessoal, competência acadêmica e forte motivação social, divulga, oportunamente, suas experiências de campo destacando os aspectos acadêmicos dessas ações, deixando, assim, legado relevante para todos aqueles que trabalham nessa área.

Maria Helena Novaes,
PhD Pisicologia e
Professora Titular do
Departamento de Psicologia

Veja também

capa do livro

Processos de Separação por Membranas

Alberto Cláudio Habert, Cristiano Piacsek Borges e Ronaldo Nobrega

capa do livro

O Desenvolvimento Econômico Local no Estado do Rio de Janeiro

Quatro Estudos Exploratórios: Campos, Itaguaí, Macaé e Nova Friburgo

Yves-A. Fauré e Lia Hasenclever

capa do livro

O Desenvolvimento Local no Estado do Rio de Janeiro

Estudos avançados nas realidades municipais

Yves-A. Fauré e Lia Hasenclever

capa do livro

Noam Chomsky na UFRJ

Luiz Pinguelli Rosa e Miriam Lemle