capa do livro

República dos Fazendeiros

História, Economia e Literatura

Rubim Aquino e Marcos Arzua

A República dos Fazendeiros representa a materialização do projeto de mostrar a sociedade brasileira em suas multifacetadas realidades, analisadas por pensadores que registraram em seus trabalhos verdades e fatos ignorados ou distorcidos pela História Oficial. Ainda que o enfoque priorize a República do Fazendeiros, a abordagem também considera elementos concernentes à economia cafeeira na segunda metade de Século XIX. Em seus 10 capítulos, o leitor irá se deleitar com informações a respeito da economia, da sociedade, da política e cultura brasileiras, inclusive com projetos ingleses antecipadores do Neoliberalismo. Boa leitura!

Rubim Santos Leão de Aquino

A presença da Literatura no coração da Economia abre este livro sobre a República Velha, que enfatiza a importância do ambiente cultural e dos literatos em particular. Os grandes autores de ficção que se empenham em discutir fenômenos econômicos, como especulação, recessão, inflação etc., deram, e seguem nos dando, a exemplo de Machado de Assis, Lima Barreto e Monteiro Lobato, uma grande contribuição para entender a lógica da sociedade brasileira com suas análises e metáforas, às vezes mais reais que a própria realidade.

Marcos Arzua Barbosa

Veja também

capa do livro

Construção da abordagem das capabilidades

A economia ética, plural, tolerante e democrática do economista-filósofo Amartya Kumar Sen

Carlos José Saldanha Machado

capa do livro

Trajetórias docentes

Professores de História narram suas histórias na profissão

Everardo Paiva de Andrade e Marcos Pinheiro Barreto (orgs.)

capa do livro

Produção pública de medicamentos no Brasil

Capacitação tecnológica e acesso a medicamentos

Lia Hasenclever, Maria Auxiliadora Oliveira, Julia Paranhos e Gabriela Chaves (orgs.)