capa do livro

Rubim Aquino e Marcos Arzua

Rubim Santos Leão de Aquino
Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 2 de março do ano de 1929. Estudou no Colégio Paranaense em Curitiba (PR) e no Colégio Campo-Grandense, em Campo Grande (MS), onde completou o científico no Colégio Dom Bosco. Mais tarde, tornou-se bacharel e licenciado em História, pela antiga Faculdade Nacional de Filosofia (UB). Desde jovem envolveu-se na política, sendo filiado ao PTB (antes do golpe de 1964), ao MDB, ao PT, e, desde 2005, ao PSOL. Durante a ditadura militar foi preso e processado. Posteriormente, integrou o Comitê Brasileiro pela Anistia e o grupo Tortura Nunca Mais. Como sindicalista, desde 1978, esteve em congressos, encontros e participou da diretoria do Sinpro-Rio (1993-1996). Lecionou na PUC-Rio, Universidade Gama Filho e em diversos colégios e cursos. Desde 1968 integra o quadro de professores do Liceu Franco-Brasileiro. A partir de 2004 passou a lecionar no curso Freitas Ribeiro. Segue realizando palestras e participando de debates presenciais e nos meios de comunicação, em grande número de cidades brasileiras. Autor, co-autor e organizador de quase 20 livros, destacando-se "História das Sociedades: das Sociedades Modernas às Sociedades Atuais", em sua 48ª edição. Pai de seis filhos que lhe deram seis netos. Continua sendo Flamengo, Mangueira, carioca, sempre amando aquelas e aqueles que o amam.

Marcos Arzua Barbosa
Carioca, nascido no verão de 64. Publicitário e economista, com mestrado e doutorado (UCO-Espanha) no campo do Desenvolvimento, interessou-se por História Econômica a partir da convivência com mestres como Rubim Aquino e Dênio Nogueira. Docente (UFF e Ucam-Rio) e pesquisador, atento à interdisciplinaridade, atuou como consultor da FAO e do Banco Mundial, além de exercer as atividades de tradutor, contista e documentarista.



Veja também

capa do livro

Peter Wilhelm Lund

O naturalista que revelou ao mundo a pré-história brasileira

Ana Paula Almeida Marchesotti

capa do livro

O pai do futurismo no país do futuro

As viagens de Marinetti ao Brasil em 1926 e 1936

Orlando de Barros

capa do livro

A quadrilha, da partitura aos espaços festivos

Música, dança e sociabilidade no Rio de Janeiro oitocentista

Rosa Maria Zamith

capa do livro

Finisterras

Bergström Lourenço Filho sertões adentro

Carlos Monarcha

capa do livro

História Filosofia Religião

Conversações 1

Marcio Tavares dAmaral (org.)