capa do livro

Intelectuais Partidos

Os comunistas e as mídias no Brasil

Marco Roxo e Igor Sacramento

Este livro trata das relações dos intelectuais com o Partido Comunista Brasileiro (PCB) e a indústria cultural. Seu foco é o trânsito entre os militantes que se engajaram, em algum grau, na produção de mídias comunistas e que, em diversos casos, ganharam notoriedade nas mídias de massa. Neste sentido, as contribuições dos autores enfrentam as seguintes questões: quais os papéis que tiveram os diversos militantes comunistas no processo de modernização dos jornais, editoras, rádios, televisões nas quais atuaram como profissionais no transcurso das décadas de 1950, 1960 e 1970? Quais as diferenças e aproximações entre a atuação de intelectuais comunistas nas mídias do PCB e nas grandes mídias? Quais as relações entre as mídias comunistas e os processos de modernização conservadora no Brasil?

Veja também

capa do livro

Pablo Neruda

uma poética engajada

Adriane Vidal Costa