capa do livro

Brasil eficiente, Brasil cidadão

A tecnologia a serviço da justiça social

Rosa Lima e organização de Marcos Cavalcanti

“A luta contra a corrupção é a mesma luta pela eficiência e, portanto, lutar pelos direitos humanos é também lutar pela modernização, pelo aperfeiçoamento institucional, por mais eficiência da polícia.”

Luiz Eduardo Soares,
secretário nacional de Segurança Pública,
no capítulo “A inteligência contra o crime”, sobre a implantação do
Programa Delegacia Legal no Estado do Rio

“A urna eletrônica produziu uma verdadeira revolução, trazendo para o sistema 20 milhões de pessoas, um São Paulo inteiro de eleitores, da noite para o dia. Isto é um processo de incorporação político impressionante.”

Jairo Nicolau,
cientista político do Iuperj, no capítulo “Voto eletrônico, a reforma
política silenciosa”, sobre a informatização das eleições brasileiras

“ONG é como um laboratório: faz inovações que mostram que pode ser feito, dá padrões de como fazer, mas para ganhar escala, ou é o mercado ou é o Estado.”

Rubem César Fernandes, antropólogo, no capítulo “A transformação
social via inclusão digital”, sobre a experiência de infoinclusão do
Viva Rio em comunidades pobres

“Os exemplos aqui relatados são uma demonstração viva de que a eficiência da máquina administrativa e o resgate da cidadania são dois lados da mesma moeda. Tanto um quanto o outro não são responsabilidade exclusiva dos governos mas do conjunto da sociedade.”

Marcos Cavalcanti, doutor em Informática, coordenador do Crie -
Centro de Referência em Inteligência Empresarial, da Coppe/UFRJ,
e diretor de Tecnologia da Faperj

Veja também

capa do livro

Ferramentas de Planejamento

Utilizando o MS Project para gerenciar empreendimentos

Rodolfo Stonner

capa do livro

O Teatro Organizacional

Construindo e Implantando Processos de Negócio

Tadeu Cruz

capa do livro

Comunicação e Sociedade

Cultura, Informação e Espaço Público

Lavina Madeira Ribeiro