capa do livro

Maria Barroso Hoffmann

Maria Barroso Hoffmann é doutora em Antropologia (2008) e Mestre em Antropologia Social (1999) pelo Programa de Pós-graduação em Antropologia Social do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), especialista em História Social do Rio de Janeiro pelo Museu Histórico Nacional - MHN (1986) e graduada em História pela Universidade Federal Fluminense - UFF (1982). Atualmente, é professora adjunta do Departamento de Sociologia e Política da Pontifícia Universidade Católica - PUC do Rio de Janeiro, pesquisadora associada colaboradora do Departamento de Antropologia do Museu Nacional, UFRJ, e pesquisadora do Laboratório de Pesquisas em Etnicidade, Cultura e Desenvolvimento - Laced, no mesmo departamento. As atividades de pesquisa e a produção bibliográfica e técnica estão voltadas para as linhas de pesquisa de política indigenista e indigenismo, processos de formação do Estado, antropologia da administração pública, cooperação internacional, história econômica do Brasil, antropologia da pessoa e antropologia da religião.



Veja também

capa do livro

Povos indígenas, meio ambiente e políticas públicas

Uma visão a partir do orçamento indigenista federal

Ricardo Verdum

capa do livro

O fazer antropológico e o reconhecimento de direitos constitucionais

O caso das terras de quilombo no Estado do Rio de Janeiro

Eliane Cantarino O’Dwyer

capa do livro

A GTZ no Brasil

Uma etnografia da cooperação alemã para o desenvolvimento

Renata Curcio Valente

capa do livro

Tutela

Formação de Estado e tradições de gestão no Brasil

Antonio Carlos de Souza Lima (org.)

capa do livro

Cidadãos e selvagens

Antropologia e administração indígena nos Estados Unidos, 1870-1890

Thaddeus Gregory Blanchette