capa do livro

Carlos José Saldanha Machado, Rodrigo Machado Vilani, Ramon Fiori Fernandes Sobreira

Carlos José Saldanha Machado é pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), professor colaborador dos Programas de Pós-Graduação em Biodiversidade e Saúde (PPGBS/IOC) e em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS/ICICT) da Fiocruz; em Meio Ambiente da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPG-MA/Uerj) e do Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos em Rede (Prof-Água: Polo Uerj), em parceria com a Agência Nacional de Águas (ANA). É bolsista de produtividade em pesquisa em Ciências Ambientais do CNPq (Nível 1D) e foi membro do Comitê de Assessoramento de Engenharia e Ciências Ambientais (CA-CA) do CNPq (01/07/2014 – 30/06/2017), representando as ciências sociais e humanas. Lidera o Grupo de Pesquisa MEANDROS – Estudos Interdisciplinares sobre Ciência, Tecnologia e Políticas Públicas em Saúde e Ambiente. Tem graduação em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, mestrado em Política de Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (Programa de Engenharia de Produção) e doutorado em Antropologia Social pela Universidade Paris V – Ciências Sociais Sorbonne. Atua nas áreas de Sociologia da Ação Pública Ambiental e da Sociologia da Ciência. Começou sua carreira trabalhando na Amazônia oriental (1986-1988), na ONG GUAPORE – Grupo de Ação e Pesquisa Orientadas para as Regiões Extrativistas – e no Instituto Estadual de Florestas do Estado de Rondônia (IEF-RO), desenvolvendo pesquisas sobre os modos de apropriação e formas de gestão dos recursos naturais pelos povos da floresta. Ao longo dos últimos 15 anos, vem analisando os aspectos sociológicos, jurídicos e político-institucionais da elaboração, implementação e execução de políticas ambientais e de recursos hídricos e a dinâmica da pesquisa em biomedicina. Seus atuais projetos incluem temas relacionados à hibridação no trabalho científico, as bases filosóficas dos conhecimentos científicos em saúde ambiental no Antropoceno, regime de produção de conhecimentos científicos, regime internacional da biodiversidade e de mudança climática e sua implementação nacional. Endereço para acessar o CV Lattes: http://bit.ly/1EoHVfG.

Rodrigo Machado Vilani é professor adjunto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), professor do Mestrado em Ecoturismo e Conservação da UNIRIO edo Doutorado em Planejamento Regional e Gestão da Cidade da Universidade Candido Mendes (Campos dos Goytacazes). Possui graduação em Ciências Biológicas e em Direito. É Mestre em Direito e doutor em Meio Ambiente pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem pós-doutorado no Programa de Biodiversidade e Saúde da Fundação Oswaldo Cruz. Lidera o Grupo de Pesquisa “Ecoturismo e Desenvolvimento” e colabora com o Grupo de Pesquisa MEANDROS – Estudos Interdisciplinares sobre Ciência, Tecnologia e Políticas Públicas em Saúde e Ambiente. Atualmente, seus projetos estão voltados para a análise dos aspectos jurídicos e político-institucionais de políticas ambientais. Endereço para acessar o CV Lattes: http://bit.ly/1ERSaL3.

Ramon Fiori Fernandes Sobreira é Pós-Doutor em Biodiversidade e Saúde pelo Programa de Biodiversidade e Saúde da Fundação Oswaldo Cruz, doutor em Meio Ambiente pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), mestre em Direito (Ciências Penais) pela Universidade Candido Mendes, especialista em Administração Judiciária pela Fundação Getúlio Vargas, bacharel em Direito pela UERJ e bacharel em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É professor concursado da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (ensino médio e pós-médio) e auxiliar do Centro Universitário Celso Lisboa (graduação e pós-graduação). Foi instrutor da Escola de Administração e Capacitação de Servidores do TRT do Rio de Janeiro. Atuou, ainda, como jornalista no site da ONG Defensores dos Animais. Tem experiência na área de Direito, com ênfase nas seguintes áreas e subáreas: Direito Ambiental (conflitos ambientais e grupos religiosos), Direito Penal (crimes contra a vida e crimes ambientais), Bioética (aborto e eutanásia), Direito do Trabalho (direito material), Direito Administrativo (estrutura da administração pública) e Direito Internacional (público). Endereço para acessar o CV Lattes: http://bit.ly/2tcC8zn.



Veja também

capa do livro

Como se fosse da família

a relação (in)tensa entre mães e babás

Liane Maria Braga da Silveira

capa do livro

Os Pensadores e a Ciência da Informação

José Eduardo Santarem Segundo, Márcia Regina da Silva e Solange Puntel Mostafa (orgs.)

capa do livro

Pesquisas e Terapias com Células-Tronco

Governança, visões sociais e o debate no Brasil

Liliana Acero