capa do livro

O Serviço Social no Brasil

Os fundamentos de sua imagem social e da autoimagem de seus agentes

Fátima Grave Ortiz

  • Prefácio
  • Introdução
  • Apresentação
  • CAPÍTULO I. A consolidação do capitalismo no Brasil: fundamentos sócio-históricos para a profissão
    • 1.1. Os determinantes do capitalismo em sua fase monopólica
    • 1.2. O Estado na fase monopolista do capitalismo
    • 1.3. O processo de consolidação da ordem burguesa no Brasil
    • 1.4. A expansão da indústria no Brasil e o redimensionamento do Estado brasileiro sob a égide do monopólio
    • 1.5. A emergência das políticas e dos serviços sociais: o trato particular das expressões da “questão social” no Brasil na era dos monopólios
  • CAPÍTULO II. As particularidades do Serviço Social no Brasil: fundamentos para a construção da imagem social da profissão
    • 2.1. O pensamento conservador e o projeto reformista brasileiro
    • 2.2. O projeto reformista-conservador no Brasil: influências e particularidades
    • 2.3. O processo de consolidação do Serviço Social no Brasil e a constituição do ethos profissional
    • 2.4. O exercício profissional e os determinantes da imagem social da profissão
  • CAPÍTULO III. Uma imagem profissional em construção: avanços e continuidades
    • 3.1. O legado da reconceituação para o Serviço Social brasileiro
    • 3.2. O movimento de reconceituação do Serviço Social na América Latina: seu significado para o Brasil
    • 3.3. Os anos 80: a transição democrática, a crise econômica e o Serviço Social
    • 3.4. O projeto profissional hegemônico e a consolidação de uma autoimagem renovada para o Serviço Social brasileiro
  • Conclusão
  • Bibliografia

Veja também

capa do livro

Saúde, Previdência e Assistência Social

Desafios e Propostas Estratégicas

Fátima Bayma de Oliveira e Istvan Karoly Kasznar (org.)

capa do livro

Família de negros

Entre a pobreza e a herança cultural

Sergio Mauricio Costa da Silva Pinto